quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Evolução


Normalmente quando inicio um desenho já tenho na minha cabeça o que quero desenhar e de que forma, ou seja, já imagino de certa forma qual vai ser o produto final.
Neste caso foi exactamente o oposto, ou seja, quando comecei só queria desenhar a peça verde (gostava de saber que nome se dá, mas não sei) e o resto do desenho foi crescendo à volta em várias fases. Depois de o ter dado como concluído por algumas vezes e após um segundo olhar decidir que faltava algo, acabou por ficar como na imagem.

Sem comentários: