domingo, 15 de março de 2015

Em frente na linha XIII - Estremoz


E chegou o fim da linha, mas neste caso já nem sequer há linha. A estação de Estremoz está muito bem preservada, mas já foi completamente absorvida pela cidade e está rodeada por 4 ruas asfaltadas. Ao fundo ainda são visíveis os silos da EPAC e preferi representar a última estação de uma forma muito simples, sem juntar a envolvente a descaracterizá-la. E também porque o dia estava mesmo a acabar e o sol quase a desaparecer.
Mas ainda tive tempo de ir comer uma fartura ao rossio, onde estavam instaladas algumas barraquinhas do género. A fartura estava bem boa e foi uma bela maneira de terminar esta pequena viagem. Ficou a vontade de repeti-la noutra linha. Há muitas por aí.

7 comentários:

Eduardo Salavisa disse...

Excelente reportagem. Ou melhor, excelente investigação. A continuar e a publicar.

Rosário disse...

Belo trabalho!

Henrique Vogado disse...

Uma grande reportagem, em qualidade. Foi boa a viagem.
Qualquer dia a antiga linha entre o Pocinho e Barca d'Alva. Ou a linha do Tua que ainda fiz no comboio antigo.

bosquejodiario disse...

não tenho comentado...mas tenho seguido viagem.gozando cada paragem, cada apeadeiro.
até à última paragem.
belo projecto. parabéns mais uma vez

Filipe Pinto disse...

Foi um prazer seguir-te nesta viagem. Fica o registo duma infraestrutura que se vai perdendo.

Luís Ançã disse...

Filipe, fico à espera do livro. Fantástico trabalho!

Filipe Almeida disse...

Obrigado pelas palavras. Foi realmente uma bela viagem. Fica a vontade de a repetir noutra linha... há muitas por aí que merecem o mesmo género de atenção.