sexta-feira, 10 de julho de 2015

Não esquecer


Às vezes sinto-me demasiado despreocupado em relação ao desenho e aos linhas direitas e fico a pensar se algum dia será possível despreocupar-me demasiado e já não ser capaz de fazer um desenho cuidado e "direitinho".
Então de vez em quando faço um desenho mais lento, com todas as linhas, para impedir que o meu cérebro se esqueça como se faz.

2 comentários:

Henrique Vogado disse...

O desenho saíu bem, mas acho que o primeiro objecto é um furador e não um agrafador.
Sabe bem de vez em quando voltar às linhas direitas, menos soltas. Gostei do tema do post.

Filipe Almeida disse...

Tens razão Henrique, nem tinha reparado no erro. Claro que é um furador. Comecei a desenhar as letras e foi sempre em frente.