domingo, 17 de dezembro de 2017

Escadinhas do Duque


Desde pequeno que me lembro de ir às Escadinhas do Duque, primeiro com a minha mãe e mais tarde já sozinho, sempre à procura de livros nos alfarrabistas para tentar completar as colecções. Hoje já não estão lá todos, mas independentemente disso as escadinhas continuam a ter um encanto especial. Que o digam os turistas todos que por ali pararam enquanto eu estava a sentado num degrau a desenhar e ficaram a admirar a vista e a fotografá-la ainda mais. Houve mesmo um grupo que parou directamente à minha frente e me obrigou a fazer uma pausa no desenho à espera que se fossem embora.

I remember going do Escadinhas do Duque since I was a little boy, first with my mother and later  alone, always looking for books in the old shops trying to complete the collections. Today some of the shops disapeared, but regardless of that the stairs still have a special charm. So can say the tourists that passed while I was sketching, sitting on a step, and stopped to admire the view and take a bunch of photos. There was even a group that stopped directly in front of me and forced me to pause, waiting for them to clear the view.

2 comentários:

walisson disse...

Bela paisagem, acabo de comprar uma aquarela cotman portatil, seus sketches me inspiram, continue com o bom trabalho

Filipe Almeida disse...

Obrigado pelas palavras Walisson.
Força com as novas aguarelas.