quarta-feira, 18 de novembro de 2015

O monte de São Manços


Numa nova visita a São Manços, Évora, lá voltei a desenhar o cenário do costume, desta vez no caderno pequeno a preto & branco com a técnica que tenho andado a experimentar.
Como tudo o que é novo ainda não controlo bem o final dos desenhos com esta mancha, mas com alguma insistência hei-de lá chegar. Mas para já acho que vou deixar o castanho de fora, porque acho que tem uma cor demasiado vibrante em contraste com o cinza. Mas como isto são tudo opções do momento, com jeitinho o castanho ainda volta mais depressa do que espero.

4 comentários:

teresa ruivo disse...

Pois eu gosto bastante deste contraste!

Henrique Vogado disse...

A impressão que me deixa é que podias ter colocado um pouco de castanho nas colinas no plano do fundo, dava um aspecto tridimensional ao desenho.
Gosto do contraste e define muito bem um ambiente outonal.

Uma bela terra alentejana perto da aldeia onde o meu pai nasceu - Amieira.

Filipe Almeida disse...

Talvez tenhas razão Henrique, mas quando o castanho aterrou no papel assustei-me um pouco e tentei fazer o que referes muito timidamentr no 2º plano. No plano do fundo já nem toquei.

Henrique Vogado disse...

Há que fazer nova experiência.